top of page
  • Foto do escritorPedro Nogueira

Uma resenha por dia: #6 Helloween Chamaleon



Helloween foi uma das bandas que eu conheci no começo da adolescência, e uma das poucas bandas da época que eu ainda gosto. Claro que eu conheci primeiros os clássicos como “Eagle Fly Free”, “I Want Out”, “Ride The Sky” e etc. Quando fiquei mais velho e fui entrando em contato com outros fãs da banda eu ouvia bastante comentários negativos sobre o álbum Chamaleon. Então eu pensei “Ta ai, um álbum considerado ruim de uma banda que eu gosto, eu vou resenhar ele pra ver se é tão ruim assim.”

First Time, eu achei um bom começo, e de verdade não vi nenhum problema nessa faixa, ela tem aquela pegada de power metal com hard rock que a banda trouxe no Pink Bubbles Go Apes, então tudo normal, exceto a letra, sim, eles literalmente estão falando daquela primeira vez, o que é algo estranho vindo do Helloween.

When The Sinner é o único single do álbum e sim aqui percebi o caminho diferente e longe do heavy metal, mais pop com poucas guitarras e com instrumentos fora do metal como trompetes e saxofone, mas eu admito que eu gostei da faixa, se eu falar que ela é ruim só pelo fato de não ser pesada e seguir heavy metal eu seria injusto.

I Don’t Wanna Cry Anymore bom eles decidiram fazer uma faixa acústica, onde um trecho é dedicado ao falecido irmão do guitarrista Roland Grapow, bom esse tipo de faixa já é normal nos álbuns da banda desde o primeiro Keepers Of Seven Keys então não é novidade ou dizer que é algo que sai do padrão da banda, mas ela é menos melancólica que as outras, apesar de ser dedicada a uma pessoa falecida.

Crazy Cat, blues e heavy metal, mais uma vez nada diferente do álbum anterior, mas os riffs são acompanhados de trompetes o que pode ter sido algo que desagradasse os fãs puristas, mas olha, eu gostei, gostei MUITO.

Giants é mais puro heavy metal, não tem provas contrarias, essa faixa é estilo Helloween que os fãs gostam, claro que tem um momento com uso de sintetizadores, mas ainda é tradicional da banda, até mesmo a letra, que mistura fantasia com temas mais politizados.

Windmill tenho que dizer a verdade, eu achei essa faixa muito, MUITO, tipo, bota muito nisso, MUITO CHATA. Ela soa como aquela baladinha forçada só para agradar os ouvintes, mas acho que foi um tiro no pé, pois ela é muito chata.

Revolution Now, o grunge fez escola, não da para negar que riff principal dela tem uma pegada Soundgarden, mas ainda temos toque de heavy metal no refrão. Eu diria que para os padrões do Helloween essa faixa foi bem experimental e numa pegada que deu certo.

In The Night mais uma faixa acústica, mas não é entediante, ela tem pegada mais blues e rock clássico, é uma faixa simples, não é pesada, mas é excelente.

Music traz uma pegada prog metal, de verdade, a primeira coisa que passou pela minha mente foi “isso é algo que Queensryche faria na época do Empire”, que é um clássico do gênero, toque minimalista na batida, mas com violinos e trompetes dando um extra, enquanto a guitarra faz apenas algumas passagens de escalas blues. Essa faixa é um clássico absoluto.

Step Out Hell eu achei que seria algo pop julgando pelo começo, mas segue pegada power metal com hard rock, igual as citadas, nada muito diferente, mas são 12 faixas claro que algumas seriam frutos da mesma arvore.

I Believe traz heavy metal mais decadente, sem muita velocidade que para época era novidade nos álbuns do Helloween, mas também traz velhos hábitos da banda, do tipo a faixa mudar de direção no meio da música, e traz algumas criticas religiosas do tipo “ sem mais mentiras, sem falsas religiões, sem mais porquês e erradas missões de deus, sem padres implorando por dinheiro em TVs brilhantes, sem mais guerras que deus não tenha pedido” .

Longing é uma baladinha, mas não uma baladinha chata igual Windmill. Ela é melhor construída e não é repetitiva. Eu só acho que ela não deveria encerrar o álbum, mas ok.

Eu vou falar a verdade, eu gostei muito desse álbum, de verdade, ele não é um álbum ruim, ele só tem algumas faixas que saem do tradicionalismo do Helloween e do heavy metal, mas ele é diversificado, ele passa do Helloween tradicional até Soundgarden em algumas faixas, se esse fosse o primeiro álbum do Helloween, seria o considerado um clássico.



Comments


bottom of page