top of page
  • Foto do escritorPedro Nogueira

Uma resenha por dia:#16 Cangaço-Inevitável


Quando se fala em bandas de Folk Metal a primeira coisa que se passa na cabeça dos fãs são bandas com temáticas vikings, historias nórdicas, fantasias estilo senhor dos anéis e coisas do tipo, mas existe uma banda nacional que abraçou o gênero mas com temáticas nordestinas e problemas contemporâneos do país, o Cangaço, eu escolhi resenhar o EP mais recente da banda “Inevitável”.

Fati é uma intro bem curta e que conta apenas com instrumentos mais folclóricos.

Abreu e Lima a mistura perfeita entre death metal e música nordestina, eu fiquei impressionado como eles conseguiram casar tão bem dois gêneros tão diferentes e fazer algo tão original.

Farpado tem pegada mais death metal puro na sua principal estrutura musical, mas em alguns momentos a música contém compassos quebrados com toque da musica tradicional do nordeste.

Ao Relento é a musica mais trabalhada do EP, e também a mais melódica e complexa, ela tem uma pegada até um pouco de prog metal, algo que realmente me surpreendeu

Rachado também segue uma linha mais melódica e complexa, o que mais me impressionou nessa faixa foi a linha de baixo, de como ele consegue se destacar.

Eu realmente fiquei impressionado de como Cangaço conseguiu misturar dois gêneros que distantes um do outro e fazer que ficasse bom e natural, eu me arrependi de ter escolhido um EP para resenhar e não álbum completo, pois eu fiquei com vontade de ouvir mais, mas pelo menos valeu a experiência.




Comments


bottom of page