top of page
  • Foto do escritorMari Goé

Throe contempla a finitude em O Enterro das Marés

Lançado pela Abraxas Records, novo EP equilibra peso e beleza em composições que vão do post rock ao metal industrial

Crédito: Régis Bezerra

O Enterro das Marés, um lançamento da Abraxas Records, mantém a identidade do Throe em três faixas sob o mesmo propósito. Uma reflexão sobre os diversos finais que precisamos viver, o vazio que isso causa e como esse vazio pode também ser entendido como um novo espaço a ser preenchido.


Ouça O Enterro das Marés aqui, já no streaming: https://onerpm.link/throe-ep


As ambiências do post rock e os riffs circulares característicos do Throe aparecem no single 'Hope Shines in the Autumn Light', enquanto as ressonâncias do metal industrial e as paisagens do post rock marcam presença em 'Bleed Alike' e 'Renascente', respectivamente.


Assim como o primeiro full do Throe, com Throematism, O Enterro das Marés foi gravado no Tori Studio, em São Paulo, com a coprodução de Marco Nunes (Chaosfear/Genocidio/ Sacrifix), que também assina a mixagem e a masterização deste novo EP.


O Throe foi formado em 2020 pelo guitarrista Vina, que também faz parte do Huey, banda instrumental de São Paulo. No mesmo ano foram lançados os singles Death feels like an embrace that’s not allowed, Praise/Breathe e o EP Odium, gravado em parceria com João K. (guitarra e vocal do Test).


Em 2021 o Throe lançou o primeiro disco full, Throematism, que foi bem recebido no Brasil e no exterior, com análises elogiosas sobre o álbum.


Mick R., do site da revista New Noise (EUA), destacou: ": “... maneiras temperamentais e contemplativas que eu literalmente nunca encontrei antes. Throematism é um verdadeiro destaque do gênero” (leia aqui).


O Idioteque, da Polônia, publicou: “Throematism, o novo disco da banda de post metal/experimental/post rock Throe, é uma forma de tentar nomear algumas dores inclassificáveis do nosso tempo" (leia aqui).


Para o site Scream & Yell, o jornalista Homero Pivotto Jr. classificou o disco como “uma viagem que pode ser terapêutica, mas que não exclui os solavancos de alguns traumas... Um álbum que sintetiza 2021 sem pronunciar uma palavra” (leia aqui)



O throe é indicado para fãs de Mogwai, Jesu, Codeine, Nadja, Neurosis, Year of No Light e Nothing.


Ficha técnica

O Enterro das Marés (Abraxas/2023) 1 - “Hope Shines in the Autumn Light” 2 - “Bleed Alike” 3 - “Renascente”


Guitarras, synths e beats: Vina Baixo: Marco Nunes Produção: Vina e Marco Nunes Mixagem e masterização: Marco Nunes (Tori Studio) Foto da capa: Vina Design da capa: Rafael Nascimento I Escaphandro (https://escaphandro.myportfolio.com)


Discografia • Álbuns - Throematism (Abraxas - novembro/2021)


EP O Enterro das Marés (Abraxas - agosto/ 2023) Odium (novembro/2020)


Singles Death feels like an embrace that’s not allowed (Sinewave - julho/2020) Praise/Breathe (Sinewave - outubro/2020)

Último Céu (Abraxas - abril/2021)


Fonte: Abraxas


Commenti


bottom of page