top of page
  • Foto do escritorMari Goé

Siriusfall: "O espirito da banda eu posso descrever como um espírito desbravador e audacioso"


-Olá pessoal, obrigada pela entrevista. Quero começar perguntando sobre o nascimento da banda. Conte a história do Siriusfall, quando e como tudo começou!


Matheus Ribeiro (vocalista/fundador): Olá Mary, tudo bem? Primeiramente é um prazer estar aqui, tendo a oportunidade de contar um pouco mais sobre a Siriusfall.

Bom, costumo dizer que a Siriusfall é o trabalho da minha vida. Isto porque levou quase 2 anos para o projeto sair de fato do papel. Neste período pude estruturar e planejar todo o conceito, realizar as composições até chegar na escolha dos músicos que fariam parte deste projeto. Ou seja, tudo começou por volta de Maio de 2020 (durante a pandemia), até rolar a primeira foto oficial da banda, que foi em Novembro de 2021. É, foi um tempinho, tive de ter um pouquinho de paciência rsrs.


-E o nome da banda é muito interessante, o que significa pra vocês?


Ahhh como um aficionado por Astronomia, eu precisava de qualquer maneira colocar uma referência no nome da banda né? Rsrsrs

Mas falando sério rsrs... O nome é uma homenagem à Sirius, que é a estrela mais brilhante do céu, vista à olho nu. E com todo esse aspecto, todo esse contexto que ela representa, imaginei que poderia trazer sinais de períodos grandiosos para nós também.

-A sonoridade de vocês eu sinto que vai desde o heavy e hard old school, mas as vezes com uma pegada mais moderna também. Como que foi a construção da sonoridade da banda?


Isso mesmo Mary, não sou muito de rotular, mas se fosse para definir em um gênero, acho que seria um “Hard Metal”, como diz o Luiz Henrique, (baterista da banda) rsrsrs. Mas brincadeiras à parte, a ideia da banda é exatamente essa, ter um pé no Hard Rock, o outro no Heavy Metal mas olhando sempre para o futuro. Basicamente é ter a essência dos anos 80, com uma pegada pesada, melódica e moderna.


-Recentemente vocês lançaram dois singles, “Explosion” e “Choice”, como que foi a produção e processo de composição destas músicas?


Legal!! Bom, todas as composições e conceito do álbum basicamente nasceram a partir da “Choice”, (música que é muito especial para mim por diversos fatores). A “Choice” fala em específico sobre a importância das escolhas que fazemos ao decorrer da nossa vida, os resultados ou consequências que as mesmas nos trazem.

A partir deste contexto, comecei a estruturar as demais músicas do álbum.

E é aí que entra a “Explosion”, ela (Explosion), foi algo surreal rsrs... No conceito que havia desenhado, precisava de uma música energética, eletrizante, que viesse a abrir o álbum e que tivesse a ‘cara’ da Siriusfall. Então chamei meu parceiro de longa data Willian Prigoli, para compor junto comigo essa faixa, enviei algumas referências e a ideia central que havia pensado. E sério, rsrs o mesmo me retornou algumas horas depois com todo instrumental pronto, aí criei a melodia vocal, como contexto eu já tinha em mente, só foi escrever e ajustar a letra e “tan tan tan” a música estava pronta em algumas horas.

E completando, Explosion fala literalmente sobre aquele sentimento de explosão, aquele estalo inicial, aquele arrepio ao sentir aquilo que você quer para a sua vida. Quando você descobre sua ‘vocação’.



-Os singles foram produzidos com o Aly Fioren, do Funds House Studio, ele já produziu grandes nomes no cenário do rock e do metal, como foi a experiência de trabalhar com ele?


Olha, escolher o Aly Fioren dentre tantas opções em um polo como Curitiba, foi a melhor decisão que poderia ter tomado. Sou suspeito pra falar, pois nesse período ficamos muito amigos, mas ele é um cara de fato sensacional! Captou a essência da banda logo de cara, e a partir daí ‘só foi correr para o abraço’ rsrs. Com toda experiência de centenas de produções, ele me mostrou muitas coisas que eu não imaginava que poderia ir de encontro com nosso som. E é por que além de conhecer muito, ele tem na veia essa essência.

A identidade sonora da banda passou muito por ele também, sou muito grato por esse processo de produção.


-A Siriusfall está trabalhando em seu disco de estreia, já tem uma previsão de lançamento?


Temos sim, a previsão de lançamento é para o finzinho desse semestre.


-E sobre as letras do novo álbum, o que te inspirou na composição delas? O álbum está seguindo algum tipo de conceito?


Ótima pergunta Mary. Em uma resposta curta, posso dizer que o conceito central do álbum é a chamada ‘vocação’ e as etapas que percorrermos para vivencia-la.

Basicamente cada faixa que compus, trata se dos meus próprios sentimentos, dos meus sonhos, meus desejos e aspirações, frustrações e dificuldades, até as realizações durante o percurso. Porém, tomei o cuidado de transcrever de uma forma bem abrangente, justamente para que outras pessoas, que tanto perseguem seus sonhos, (seja ele qual for) possam se identificar e quem sabe se inspirar com elas.


-Se você pudesse definir este novo álbum em uma frase, qual seria?


A realização de um sonho.


-E agora, como você definiria a essência da Siriusfall? Qual o espírito da banda?


O espirito da banda posso descrever como um espírito desbravador e audacioso. Valorizamos nossas raízes, mas sonhamos muito alto, pois sabemos do nosso potencial.


-Quais os próximos planos da banda?


Bom, os próximos planos da banda é lançar mais um single até o lançamento oficial do álbum. Logo após o lançamento, o plano é colocar o pé na estrada rsrs...Inclusive já temos algumas datas confirmadas para o segundo semestre.


-Estamos finalizando a entrevista, gostaria de mandar um recado pra galera?


Gostaria mais uma vez de agradecer a oportunidade de fala, e quero sim deixar um recado. Galera, persigam e persistam em seus sonhos, independentemente de tudo! E de preferência tendo como trilha sonora a SIRIUSFALL, pois certamente ouvirão muito sobre nós.


Siga a banda nas redes e plataformas: https://linktr.ee/Siriusfall


Comments


bottom of page