• Mari Goé

SACRIFIX brutalmente contra a ditadura em novo single!



Os thrashers paulistanos do SACRIFIX lançaram em todas as plataformas de streaming seu mais novo single "Raped Democracy", faixa que estará presente no próximo álbum de estúdio - por enquanto sem título definido - ainda esse ano.


Nessa faixa, Frank Gasparotto (vocal/guitarra), Kexo (baixo) e Gustavo Piza (bateria) tiveram as participações especiais de Murillo Leite (vocal/Genocídio) e Maurício Amaral (guitarra/Anthares).

Confira "Raped Democracy" no Spotify em:

https://spoti.fi/3vAHVyg


Frank Gasparotto - Vocal, guitarra base e 2º solo

Kexo - Baixo

Gustavo Piza - Bateria

Murillo Leite - Vocais

Maurício Amaral - Guitarra solo (1º solo)

Produção por Frank Gasparotto

Mixagem e masterização por Marco Nunes

Nas palavras de Frank Gasparotto, "Raped Democracy" é um Thrash Metal agressivo, direto e reto, que fala sobre os tempos sombrios da ditadura que inacreditavelmente voltaram a nos assombrar nos dias de hoje. "Há quem defenda que a tortura e a opressão seja o melhor caminho, mas nós temos o total desprezo a essas ideias e pessoas", comentou. Sua temática foi baseada em relatos da jornalista Miriam Leitão sobre o horror que sofreu naquela época e que não podemos aceitar jamais que esse tipo de situação retorne!


A arte de capa do single foi criada por Frank Gasparotto e é uma montagem da foto captada pelo jornalista Vladimir Herzog, morto no DOI/CODI em São Paulo. A ironia disso é que Herzog nasceu na antiga Iugoslávia e sua família veio para o Brasil com o intuito de fugir do doentio nazismo. A causa oficial da morte foi suicídio.


"Foi um imenso prazer ter participado dessa gravação! Meu solo foi um desafio bem interessante e ainda por cima fizemos uma Live Session para um vídeo gravado ao vivo no estúdio que em breve será lançado. Com certeza o Sacrifix ainda vai apresentar muita coisa legal e de qualidade para nós headbangers", comentou Maurício Amaral.


"Thrashão de primeira linha! Fiquei extremamente honrado pelo convite e igualmente contente com o resultado dessa parceria. Longa vida ao Sacrifix!", finalizou Murillo Leite.


Mais Informações:


O SACRIFIX não pretende ser apenas “mais uma” banda entre milhares de outras no segmento Thrash Metal em nosso país, mas sim mostrar como fazê-lo da forma mais intensa, vigorosa e violenta possível, respeitando os primórdios do estilo, sem frescuras ou estrelismos. Seu som é inteiramente baseado na crueza e rispidez do lado mais clássico do Thrash Metal, sem invencionismos e com letras inspiradas em guerras, ocultismo, crítica social, questões existenciais, religião e violência. Em breve mais Old Fuckin’ School Thrash Metal SEM FRESCURA será despejado no mundo! Fique ligado!


Fonte: JZ Press


aa43c293-5edd-4c6d-89ed-17bdf0b2ce2e.jpg