top of page
  • Pedro Nogueira

Resenha: Michale Graves em São Paulo



Nessa noite de sábado (03) o vocalista Michale Graves retornou à cidade de São Paulo para realizar show da turnê “American Monsters II”, o qual o vocalista tocou os apenas musicas da sua passagem durante a banda Misfits.

A banda de abertura Fúria Inc. entrou no horário marcado, as 17h40 o grupo paulista de Metalcore já estavam no palco para aquecer a galera pro show do Michale Graves. Com fortes influencia de bandas como Killswitch Engage e Hatebreed, a banda conseguiu agradar ao público que compareceu mais cedo para presenciar o show. Durante show houve um problema no qual o palco ficou sem energia, mas não atrapalhou o concerto e a banda lidou com a situação numa boa. Fúria Inc saiu do palco às 18h20 com a missão cumprida de entregar um grande show que valeu cada minuto.

Bom, agora veio o momento entre shows e que muitos ainda estavam aflitos, “será que Michale Graves realmente vai aparecer, será que não vai fugir?”, algumas pessoas que estavam no local ainda estavam com medo algo acontecer.

As horas foram passando e chegou a hora do show, 19h e nada, o show começou com 1 hora de atraso. Mas a partir do momento que o riff de “Abominable Dr. Phibes” começou, foi como se nada tivesse acontecido e quando Michale entrou no palco e banda começou tocar “American Psycho” o perdão foi certeiro. Sem muita conversa no começo do show as musicas “Speak For The Devil”, “Walk Among Us”, “The Hunger” e “From The Hell They Came”, antes de tocarem “Dig Up Her Bones” Michale decidiu falar com publico e mostrou uma característica mais humilde, pedindo para que não gritassem nome dele, pois isso faria ele ser visto como diferente das outras pessoas que estavam no local, discursos desse estilo foram repetidos várias vezes durante show, além do discurso Graves distribuía agua para público, e permitiu até que seguranças dividissem bebidas alcoólicas com os fãs que subia no palco, algumas pessoas que estavam do meu lado ainda suspeitaram falando “será que ele ta fazendo isso por ser gente boa mesmo, ou é pra tentar se redimir pela turnê de 2019”, bom se essa foi intenção, diria que funcionou para maioria das pessoas. Logo após “Mars Attack” houve tempo para solo de bateria e emendar com a música “Shining”. Depois do álbum “American Psycho” ter chegado ao fim houve uma pausa de 5 minutos para banda e Michale tomarem um folego. Mas sem cerimônia “Kong At The Gates” começou a ser tocada, dando inicio ao segundo set do show, e sem enrolação a banda já passou para “The Forbiden Zone”, o publico estava mais ansioso para ouvir musicas do álbum “Famous Monsters” do que o anterior, o mosh pit ficou gigante quando o vocalista anunciou a música “Scream”, que foi seguida pela clássica “Saturday Night”. Com show quase chegando ao fim alguns fãs sentiram falta das músicas “Them” e “Descending Angels”, mas “Helena” fechou com chave de ouro e deixando o sentimento “ah, ta tudo bem, valeu a pena cada segundo”.

Graves conseguiu entregar tudo que os fãs queriam para uma noite de puro Horror Punk, e como dito acima se redimindo pelos ocorridos na turnê de 2019.

Setlist:

1-Abominable Dr Pheabes

2-American Psycho

3-Speak Of The Devil

4-Walk Among Us

5-The Hunger

6-From Hell They Came

7-Dig Up Her Bones

8-Blacklight

9-Ressurection

10-This Land Earth

11-Crimson Ghost

12-Day Of The Dead

13-The Haunting

14-Mars Attack

15-Shining

16-Don’t Open Til Doomsday

17-Kong At The Gates

18-Forbidden Zone

19-Lost In Space

20-Dust To Dust

21-Crawling Eyes

22-Witch Hunt

23-Scream!

24-Saturday Night

25-Pumkin Head

26-Scarecrow Man

27-Die Monster Die

28-Living Hell

29-Fiend Club

30-Hunting Humans

31-Helena

32-Kong Unleashed


Fotos por Pedro Henrique Nogueira







_canalbloodymary_edited.jpg
bottom of page