• Marcelo Prudêncio

Resenha: Funeral Dawn - The Girl Who Killed Her Soul (2022)

Formado em junho de 2020, o Funeral Dawn é uma banda de doom metal de um homem só. Feito em período de quarentena, seu fundador colocou em sua música as dificuldades que estava passando nesse período. Como problemas pessoais e familiares, até distúrbios psicológicos.


“The Girl Who Killed Her Soul”


O Álbum conta com 6 faixas:

The Girl Who Killed Her Soul

This Cold Winter Heart

I'm Sorry, Son

My despair

A Tragic End

A Letter Myself


"The Girl Who Killed Her" Soul abre o álbum mostrando o que podemos esperar do trabalho da Funeral Dawn, Um Doom metal muito bem feito uma atmosfera sonora incrível, muito sombrio e arrastado como é o estilo Doom Metal, mas a faixa de abertura não fica só nisso. Ela tem passagens rápidas da linha do Death metal até o Black metal.


Na sequência, "This Cold Winter Heart" tem um instrumental que realmente me prendeu a atenção, com riffs matadores. "I'm Sorry, Son" , a terceira faixa é bem marcada e as linhas Vocais são o destaque. "My Despair" , que música incrível. Baixo e bateria perfeitos, mais uma vez com riffs matadores e uma linda passagem com violino e coral até a volta do peso e agressividade, pra fechar o som de forma perfeita.


"A Tragic End" é a única faixa instrumental do álbum e mesmo curta é muito bonita e melodiosa. "A Letter To Myself" fecha o álbum com maestria, um Doom metal bem feito com todos os elementos apresentados no álbum, realmente mais uma otima faixa, "The Girl Who Killed Her Soul" realmente é um grande lançamento, ouça no último volume.







aa43c293-5edd-4c6d-89ed-17bdf0b2ce2e.jpg