top of page
  • Foto do escritorMari Goé

Metal News #3: novos lançamentos de rock e metal nacionais e internacionais



-The Bolokos - "Kouté Pou Tann"

A banda punk de Guadalupe THE BOLOKOS retorna mais uma vez com um single inovador mixando pela primeira vez música Punk Rock e Gwo Ka.

"Kouté Pou Tan" é uma canção profética de revolta e esperança cantada em inglês e crioulo de Guadalupe com letras poéticas lideradas pelo simbolismo bíblico, é um grito de amor à música de Guadalupe!


"Kouté Pou Tan" contém música punk repleta de grooves, com instrumentos regionais dando uma profundidade para a música, detalhes que são impossíveis de passarem batido! The Bolokos leva o punk e a música alternativa para níveis jamais alcançados antes!


-Lucas Ferraz - "Deep Inside Your Heart"

Parte de seu novo álbum "Demons In My Head", a música "Deep Inside Your Heart" é das responsáveis por ajudar o brasileiro Lucas Ferraz a quebrar as barreiras europeias, que atualmente faz uma boa sequência de shows e festivais em Luxemburgo e região, incluindo um show aberto para Slash com Myles Kennedy & The Conspirators + WVH Mammoth no Rockhal!


O que mais gosto nos trabalhos do artista, é que suas músicas não parecem seguir uma fórmula igual a maioria das bandas de hoje em dia fazem, você nunca sabe o que esperar delas e ainda assim...se surpreende a cada música! Em "Deep Inside Your Heart", os riffs são cada vez mais insanos, os vocais por alguns momentos me lembraram o do Pearl Jam, e a música leva o ouvinte ao êxtase com esse refrão.




-S.J. Armstrong - "Facing the Wind"

"Facing The Wind" é o segundo da nova série de singles mensais de S.J. Armstrong, levando ao seu terceiro álbum. É uma música sobre um homem prevendo o fim da Terra. A música apresenta um conjunto vocal de 30 partes em cima de uma complexa base de instrumentos, incluindo bandolins, guitarras, órgãos, sintetizadores e dois kits de bateria.


É sempre um prazer ouvir as músicas de S.J., seu trabalho é muito bem orquestrado e meticulosamente bem produzido! Essa música ficou bem diferente das anteriores, é meio folk também, por conta do bandolim e do violão! É uma música leve, mas emocionante e a melodia gruda facilmente em nossos ouvidos!



-Netheren - "Nebula"

NETHEREN é uma banda de metal alternativo de Kiev, Ucrânia, que combinam metal e eletrônico de maneira emocionante. Numa expressão de sua visão da cena rock moderna, onde a energia e o sentimento desempenham o papel mais importante, a faixa "Nebula" combina samples de atmosfera eletrônica cósmica e som metal com vocais leves e agressivos, para mostrar o lado dramático do herói da música.


"Nebula" é com certeza uma música muito emocionante, a letra acompanhada do vídeo deixa tudo mais profundo! Os vocais são muito bons, melódicos na medida certa, e com um fundo bem moderno e atmosférico!



-Amalgama - "Dark Lacroix"

Amalgama, uma banda de metal da República Tcheca e tem o prazer de anunciar o lançamento de seu novo single "Dark Lacroix".

Esta faixa é a primeira amostra do tão aguardado álbum “Mastermind”, inaugurando um novo capítulo em sua carreira histórica.

"Dark Lacroix" mergulha os ouvintes em uma antítese narrativa de um universo, retratando um cavaleiro digital preso em uma guerra sem fim entre humanos e uma raça de robôs liderada pelo temível Mastermind.


Pra aguçar ainda mais sua curiosidade, o pensamento que me veio quando ouvi esta música foi "E se o Scorpions decidisse tocar uma música de power metal, como seria?" Bom, seria "Dark Lacroix"! Apresenta riffs insanos, muito emocionantes e poderosos.

A música em si é cativante, o refrão ficou gravado na minha mente desde a primeira vez que ouvi essa música.



-Magna Zero - "Oblivion"

Após o sucesso de crítica de seu EP de estreia ‘All Must Go’, o trio estadunidense de rock psicodélico Magna Zero lançou seu primeiro LP, The Great Nothing.


E como baixista, não posso deixar de exaltar as fascinantes linhas de baixo de "Oblivion"! Essa vibe pós rock psicodélica é incrível, tem um pouco de stoner rock também. O Magna Zero consegue fazer um som único, cheio de personalidade e criatividade!


‘Oblivion’ viaja pelo desconhecido para retornar a um estado de pureza. Um hino de derreter nossa pele, com riffs de guitarra e bateria bombástica, essa música é uma montanha-russa cheia de adrenalina.


-Ashes Reign - "Sever"

Ashes Reign é uma banda de metal melódico dos EUA e lança seu novo single "Sever", escrito para lembrar ao ouvinte que ele precisa “romper os laços que os prendem” e se libertar de todas as lutas e influências que possam estar impedindo-os.


Eu simplesmente amei essa música, "Sever" é uma canção inspiradora, as guitarras são muito emocionantes, a melodia, o vocal e o refrão são intensos, poderosos, é uma espécie de choque de realidade, com as verdades que precisávamos ouvir!



-Angie Twelve - "I'm Sinking"

Angie é uma artista independente de 24 anos do sul da França, e mistura influências da música clássica ao rock, tendo Muse, Radiohead e Pink Floyd como principais inspirações. Musicista desde os 6 anos, tocando piano e cantando, e violão desde os 15 anos, ela também compõe e grava todos os instrumentos de suas músicas.


“I’m Sinking” é o seu álbum de estreia, e tanto a faixa de abertura e a sincera “Cause I Remember” como segunda música, marcam o início de sua jornada na indústria musical.


“I’m Sinking” tem uma vibe post rock, e me lembrou da Emma Ruth Rundle em algumas partes! Adorei a música, a letra, Angie traduz em uma música algo que todos nós sentimos todos os dias, mas não conseguimos superar!



-Widow Anchor - "The Secret"

Widow Anchor é uma banda de metalcore do Alabama que apresenta riffs saborosos, melodias viciantes e bateria energética, e certamente farão o público se movimentar!

Bandas como Trivium, Killswitch Engage, A Day to Remember e As I Lay Dying geraram a banda energética e viciante conhecida como Widow Anchor!


"The Secret" é uma música para levantar qualquer mau humor, é muito cativante, seus vocais são insanos e as linhas de guitarra ecoam em nossas cabeças, seus breakdowns são muito emocionantes e realmente me lembraram ADTR em alguns momentos, mas sem deixar de soar original!



-Stefano Attuario - "Nemesi"

O italiano Stefano Attuario revela seu “Nemesi” através de canções que narram lutas internas, vinganças, relacionamentos passados e sua batalha contra o vício.

“Nemesi” é um disco muito complexo, explorando as múltiplas matizes da alma humana através de seu som cáustico e letras pungentes. Este álbum é o resultado da busca do autor por equilíbrio, influenciado pelas alegrias e tristezas da vida.


Embora eu não fale italiano, consegui entender algumas coisas na letra de "Nemesi" e é muito comovente, pude sentir que é uma música muito pessoal para o artista e com certeza vai ajudar as pessoas a passarem por momentos difíceis também!

Adorei a maneira como o artista conseguiu criar um som único, com influências e melodias equilibradas.



-Connecting Pieces - "Virtual Beggars"

CONNECTING PIECES é uma banda brasileira de hard rock, cuja nova formação lançou em junho de 2023 o EP RECONNECTING, apresentando a nova formação com duas regravações e quatro covers que mostram claramente o quão dinâmica e criativa a banda é. Em janeiro de 2024 o novo álbum da banda intitulado YOUR SOUL DIES FIRST foi lançado no Brasil, Europa e Ásia pelo selo MS METAL RECORDS.


Uma de suas novas músicas é "Virtual Beggars", outro grande lançamento, a letra e o conceito são o mais atual impossível! O refrão por si só já é bem cativante, com um vocal old school e riffs imponentes, deixando a música bem emocionante e um pouco nostálgica também.


O single se refere a como a impessoalidade e as facilidades criadas pelo mundo virtual acabam por deturpar o pensamento das pessoas, a tomar a maior parte do seu tempo e sugar a sua alma.


-ProXima - "Butterfly"

Proxima é uma banda francesa de música alternativa, e lança agora seu primeiro álbum "Anonymous Mademoiselle", com 11 faixas intensas, misteriosas, e que fazem uma ponte entre a música moderna com toques vintage!

Músicas como "Butterfly" apresentam uma vibe gótica vitoriana, com alguns toques modernos, e ao mesmo tempo, essa música me fez sentir como se estivesse em uma discoteca alternativa dos anos 80.

Esse som é sexy, misterioso e perigoso na medida certa, impossível ouvir apenas uma música!



-LASTRY - "Ethereal"

LASTRY é composto por 4 músicos muito qualificados e experientes, com muita dedicação, maturidade e o conhecimento necessário no ramo musical, agora eles estão prontos para o que está por vir.


Seu novo lançamento é o single "Ethereal", e a maneira como a banda conseguiu misturar todas as suas influências em uma música extremamente coesa e poderosa é mágica! Uma música que se parece com Linkin Park e Pearl Jam não é uma coisa simples de se fazer, parabéns por isso! A melodia, todas as camadas da música, são muito ricas em detalhes, ouvir essa música é uma experiência muito interessante!


-DBF Driven By Fire - "Dreamhunter"

DBF Driven By Fire é fundado como um projeto musical solo do alemão Daniel Gottsleben (música, letras, guitarras, vocais principais) com a ideia de trazer à tona uma música metal contendo estilos diferentes, baseados em guitarras pesadas e fundamento rítmico.


"Dreamhunter" realmente é uma música enérgica e incendiária, a guitarra e a melodia são muito boas, cativantes e promissoras, e o refrão convida o ouvinte a crescer e evoluir junto com a música, e acho que essa é exatamente a ideia da música!



-Tom Spell - "Leid der Liebe"

Tom Spell, a sensação do rock progressivo de um homem só vindo de Düsseldorf, Alemanha, está pronto para cativar público com seu último lançamento, "Leid der Liebe", a música é uma exploração assombrosa da natureza transitória do amor e do sofrimento profundo que ele pode trazer.


Apresentando uma rica orquestração com violoncelo, piano, violinos e trompas, "Leid der Liebe" é uma obra-prima melódica que convida os ouvintes a mergulharem nas profundezas da emoção humana. De momentos musicais intensos a melodias lindamente tristes, Tom Spell cria uma experiência sonora poderosa e profundamente comovente.


Mesmo que eu não tenha entendido a letra, é possível sentir que "Leid der Liebe" é uma música muito poderosa, o refrão é emocionante e os teclados ao fundo deixam tudo ainda mais tocante e sensível! "Leid der Liebe" é poética, intensa, melancólica e cheia de esperança também!





Comments


bottom of page