top of page
  • Foto do escritorMari Goé

Escombro lança Amém, um desabafo contra exploradores da fé

No terceiro single do EP Recomeço, quarteto hardcore paulistano cria oração contra políticos e falsos religiosos


A Repetente Records, selo administrado e criado ano passado por Badauí, Phil Fargnoli e Ali Zaher, músicos do CPM 22, que agora conta com a direção artística de Rick Lion, coloca no streaming - com distribuição da Ditto Music Brasil - o novo single do quarteto hardcore Escombro, chamado Amém.



Nesta nova fase, de selo novo, o Escombro mostra uma sonoridade ainda mais agressiva de seu hardcore direto. Em Amém, assim como os dois singles anteriores, Recomeço e Rasgando o Verbo, o quarteto é direto e reto em sua mensagem de cunho social, agora contra exploradores da fé alheia.


Com riffs e batidas cadenciadas e criativas, e feat de Castor nos vocais ao lado de Jota, Amém aponta com reprovação para aqueles políticos e falsos religiosos que usam e abusam da fé para o auto empoderamento e enriquecimento.


Um problema que assola a sociedade há séculos, como destaca o vocalista Jota. "A fé é um dos sentimentos mais verdadeiros do ser humano e é inaceitável que pessoas subvertem isso de uma maneira tão cruel. No Brasil, em questão, isso é muito latente, não por pessoas que se autodenominam representantes de Deus em seus templos e igrejas, mas muito também na política".


Em Amém, o Escombro faz alusões ao Salmo 109, que está na Bíblia, para escancarar a forma equivocada e desumana como se exploram a fé.


Pesado, raivoso e crítico, o Escombro cria uma oração contra esta corja, formada por alguns conhecidos pastores, ex-presidente e até celebridades.


Escombro é Lucas “Jota” Ferreira (vocal), Igor Simões Fugiwara (baixo), Renato Romano (guitarra) e Felipe “Felipeles” Luchini (bateria).


Escombro nas redes


Fonte: Tedesco Midia

Comments


bottom of page