top of page
  • Foto do escritorPedro Nogueira

Cannibal Corpse mantendo formula sem soar repetitivo



Na ultima sexta-feira (22) o Cannibal Corpse, um dos grupos mais importantes e mais bem sucedidos do death metal mundial, lançou seu mais novo álbum “Chaos Horrific”. Sempre que a banda lança um material novo alguns velhos comentários e questionamentos sempre surgem como “ah, mas para que lançar se vai ser tudo igual?”, “o mesmo álbum toda vez”, é realmente normal ter esse tipo de pensamento quando se fala de uma banda de death metal mais brutal e que está lançando seu 16° álbum. Realmente Cannibal Corpse é um caso de “ame ou odeie”, mas será que realmente todos os álbuns são iguais?

Primeiro vamos falar das faixas compostas pelos músicos Alex Webster e Rob Barret, bom como sempre, são brutais, não tem como negar que os fãs já sabem o que esperar, realmente, não tem surpresa em termos da forma que as musicas soam, algumas bem rápidas, outras como midtempos. Faixas surpreendentes, não, boas, também não, na verdade são ótimas, como dito no começo, Cannibal Corpse é aquela banda que você ama ou odeia. Então 7 de 10 faixas já vocês já têm noção de como soam. Só que ainda assim algumas faixas merecem destaque amais por tentarem algo um pouco diferente, a faixa título, “Fracuture and Refracture” e “Pestilential Rictus” seguem uma linha de músicas com riffs e compassos quebrados, o que realmente é novidade para o Cannibal Corpse

Agora vamos falar das 3 únicas faixas que foram compostas pelo guitarrista Erik Rutan, essas sim merecem um destaque maior, pelo fato dele trazer elementos usados em sua banda Hate Eternal e nos álbuns que ele gravou com a banda Morbid Angel. Ainda soa como Cannibal Corpse, mas é inegável ouvir os riffs e pensar “Nossa, isso tem muito a pegada do Gateways Of Annihilation” por exemplo.

Em poucas palavras, Chaos Horrific é um álbum excepcional, algumas faixas ainda soam como Cannibal Corpse de sempre, mas algumas trazem elementos novos sem escapar do death metal brutal que a banda sabe fazer de melhor. O Cannibal Corpse realmente não vária muito nos álbuns e os álbuns para os fãs são todos bons, apenas alguns melhores que outros. Chaos Horrific certamente irá ficar na parte do “Melhor que outros álbuns lançados”.




Faixas:

1-Overlords Of Violence

2-Frenzied Feeding

3-Summoned For Sacrifice

4-Blood Blind

5-Vengeful Invasion

6-Chaos Horrific

7-Fracture and Refracture

8-Pitchfork Imapalment

9-Pestilential Rictus

10-Drain You Empty


Comments


bottom of page