top of page
  • Foto do escritorMari Goé

All Is Allowed aposta na junção do moderno e o clássico em álbum de estreia!


Créditos das fotos: Fabiano Negri

Os Modern Rockers paulistas do All Is Allowed, banda que abriu a bem-sucedida turnê brasileira dos americanos do Red Fang em maio, lançou recentemente em CD físico seu primeiro álbum intitulado "#341".


Esse álbum consiste na junção de seus dois EPs oficiais previamente lançados - "Into The Storm" (2021) e "Just Keep Walking" (2022) - e mais uma faixa inédita e exclusiva somente para essa versão em CD chamada "The Watcher".


"A "The Watcher" nos diz sobre o dono de tudo. Aquele que não há no universo, um oponente a sua altura, um ser silencioso que podemos vê-lo no passar do tempo. O famoso 'click silencioso do tempo', que um dia chegará para todos. E, por esta razão, devemos acordar para o 'agora'...", comentou Frank Santos.



Confira a estranheza da pancada "As Cold As Hell" (que ganhou um videoclipe), a bela melodia no meio do caos organizado em "A Ghost Of Myself", ou a fúria, com ares de Pantera e Black Label Society, na incrível "Sheets And Cigarretes" para comprovar toda a potência do grupo.


Diretamente da cidade de Campinas/SP, o All Is Allowed mostra com maestria uma sonoridade abrangente que mescla de uma forma moderna todas as influências calcadas nos anos clássicos do Rock, com personalidade própria para qualquer fã de música pesada se esbaldar.


Em "#341", além do esmero na produção, nota-se uma abordagem sonora atual que navega facilmente por várias vertentes do metal pesado, hard rock, grunge e southern rock, sempre promovendo um encontro entre o antigo e o novo. As variações rítmicas e seus arranjos intrincados foram criados de uma forma natural e orgânica para que os ótimos ganchos gerados pelas grudentas melodias de Frank Santos (ex-Henceforth) fossem seu carro chefe.


E não é só a massa sonora que o All Is Allowed se preocupa, pois suas letras são outros pontos fortes por serem envoltas num universo conectado, expressando preocupação com a evolução do ser humano.

O All Is Allowed é formato atualmente por Frank Santos (vocais, ex-Henceforth), Guto Aielo (bateria, ex-Orckout) e Felippe Benassi (guitarra), mas está em busca de um baixista paralelamente à fase de pré-produção de novo material, cuja produção ficará a cargo do músico, produtor e multi-instrumentista renomado Fabiano Negri.


Fonte: JZ Press

Comments


bottom of page